Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Perguntas Frequentes

Qual o período de inscrições?

As posições de Subsecretário de Gestão de Pessoas, Diretor de Recursos Humanos, Coordenador da Escola de Governo e Coordenador Regional de Educação terão as inscrições abertas até às 11:59 de 03/05.

Quais são as etapas de seleção?

As etapas de seleção seguem uma estrutura básica, que pode sofrer alterações pontuais conforme a necessidade de cada posição a ser preenchida. Na maioria dos casos, as etapas são as seguintes:

  • Análise curricular
  • Teste de perfil
  • Entrevista por competências
  • Entrevista com Especialista
  • Entrevista Final

Qual o perfil procurado? Quem pode participar?

Buscamos pessoas com perfil de liderança inovadora, dispostas a promover mudanças estruturais para alcançar metas importantes da gestão estadual, comprometidas em gerar impacto social, experientes e engajadas com a melhora do serviço público. Os candidatos tanto podem ser servidores públicos concursados quanto profissionais com trajetória no setor privado ou no terceiro setor. Se você se identifica com esses propósitos, tem formação superior completa e experiência em alcançar resultados, inscreva-se!

Posso me inscrever para mais de uma vaga?

Sim, desde que tenha o perfil e cumpra os requisitos de cada vaga. Não há restrições a quem queira se candidatar a vagas diferentes.

Como posso me preparar para a Seleção?

De forma geral, prepare-se para as etapas de Seleção refletindo sobre a sua trajetória profissional e pessoal, reunindo informações que comprovem suas experiências de carreira. Além disso, é fundamental que você tenha em mente de maneira clara, ao longo do processo, como a experiência na posição para a qual se candidatou será positiva para sua carreira e qual marca você quer deixar na gestão estadual do Rio Grande do Sul. Para informações específicas sobre cada etapa de seleção, clique aqui.

Quando será divulgado o resultado final?

Os processos de cada vaga são independentes, por isso é importante ficar atento aos prazos de cada posição e nas comunicações enviadas para o seu e-mail.

Qual será o regime de contratação?

Todos os cargos são comissionados. Esta informação estará especificada na descrição de cada vaga.

Por que o processo seletivo é nacional?

O processo funciona de modo que todas as pessoas tenham a mesma oportunidade de participação, sejam elas nascidas ou residentes no Rio Grande do Sul, sejam oriundas de outras localidades. Da mesma forma, tanto funcionários públicos quanto profissionais da iniciativa privada concorrerão aos cargos em igualdade de condições. Nas etapas do processo há entrevistas que prevêem questionamentos sobre a estrutura das Secretarias Estaduais envolvidas, seus objetivos e programas vigentes. Quem está mais próximo ou atento à realidade do Estado tende a se sentir mais confortável nesta fase, mas candidatos de outras regiões podem pesquisar e, da mesma forma, estarão aptos a responder às perguntas.

Os candidatos terão seus dados pessoais divulgados durante o processo seletivo? A partir de qual etapa o processo se tornará público?

O Governo do Rio Grande do Sul assegura a confidencialidade dos dados pessoais relativos às inscrições realizadas. Apenas selecionados para a etapa de Entrevista Final terão seus dados publicizados, no momento em que o Governo definir quem ocupará os cargos.

Preciso ser filiado a um partido político para me candidatar a uma posição?

Filiação partidária não é um critério de seleção nesse processo e, portanto, são aceitas inscrições tanto de pessoas vinculadas a uma sigla como sem filiação. Em algumas etapas você deve falar sobre valores em que acredita. Perguntaremos sobre a importância que você dá à transformação da administração pública no Rio Grande do Sul e à política praticada com ética e compromisso público. Mas tudo isso é analisado independentemente da filiação ou não filiação a um partido político.

Quais são os objetivos do Governo com esta iniciativa?

O Governo do Estado do Rio Grande do Sul estabelece um marco na construção de uma nova agenda: a agenda estratégica de gestão de pessoas. O Estado reconhece que precisa atrair, apoiar o desenvolvimento dos servidores e de suas atividades, bem como ter lideranças compatíveis com os desafios do estado, que possam engajar seus times em prol do bem coletivo. O foco está nas pessoas, para que de fato haja o fortalecimento da capacidade de governo e haja sustentabilidade dos projetos.

Quem fará a escolha final dos selecionados para os cargos?

O governo tem autonomia para decidir de forma discricionária os profissionais a serem nomeados em seus cargos comissionados. Após o processo de seleção e avaliação, os candidatos aptos terão entrevista com o gestor direto.

Precisa de mais informações?

Elencamos as principais dúvidas que podem surgir sobre o processo e as respondemos aqui no site. Você pode vê-las por meio do botão abaixo e, caso ainda não tenha sanado seus questionamentos, também pode entrar em contato com a equipe de pré-seleção.

Qualifica RS